Campo Belo: Jovem com fratura no braço aguarda por cirurgia há 10 dias

Thayssa Batista de 24 anos luta por um atendimento adequado desde o dia 08 de julho. Ela teve uma fratura no braço, após um acidente de trânsito ocorrido neste dia. Ela foi socorrida e encaminhada à UPA. Como tratava-se de fratura, conduziram-na à Santa Casa de Campo Belo (referência nesta área através do Prohosp), segundo a direção da Unidade de Pronto Atendimento. Tayssa recebeu os primeiros socorros, de acordo com a família, mas apenas isso. A jovem está cadastrada no SUS fácil, porém a cirurgia para solucionar o problema não aconteceu. Segundo a família há um jogo de empurra-empurra. “Toda vez que acontece algo semelhante é uma instituição jogando responsabilidade para a outra”. O problema é antigo, mas precisa ser solucionado.

O desespero já toma conta dos familiares que já não sabem a quem recorrer. “Não temos dinheiro em espécie, mas vamos vender um bem para a realização do procedimento cirúrgico”, disse ao Diário Campo Belo uma pessoa que está ajudando a família.
Mesmo com uma fratura visível nos exames de imagem, um médico colocou apenas uma tala no braço da jovem, que dependendo do tempo pode ficar com sequelas.


Segundo a família, o diretor administrativo da Santa Casa, Anataniel Reis de Oliveira (Tiel) teria dito que se a vaga não sair em 30 dias, ele conversará com o médico ortopedista que atende no hospital para que o mesmo realize o procedimento. “Enquanto isso minha mulher continua sofrendo? ”, questionou.
A produção do DIÁRIO tentou contato com a Secretaria de Saúde por dois dias, sem sucesso. Nenhum funcionário atendeu a chamada.

Outro caso

Idosa de 66 anos aguarda por cirurgia há quase 60 dias em Campo Belo-MG

Um olhar doce, que pede socorro! O caso de dona Eliana foi no ano passado, mas a situação vivenciada este ano por Thayssa mostra que a burocracia permanece a mesma.

 O olhar é meigo. A fala é de esperança. Isso mesmo, a ‘senhorinha’ de cabelos brancos e voz doce, aguarda por alguém que possa ajudar a pôr fim em seu sofrimento. Dona Eliana Maria Soares de 66 anos está internada na Santa Casa de Misericórdia São Vicente de Paulo em Campo Belo (MG) – aguardando por uma cirurgia ortopédica do quadril – há quase 60 dias. Após uma queda, segundo a cuidadora, a idosa deu entrada na UPA em 07 de julho de 2016 e dois dias depois foi transferida para a Santa Casa, mesmo o quadro sendo complexo. Começava aí o sofrimento da idosa, que sonha em ser operada e voltar para casa. O caso de dona Eliana já comoveu vários médicos da Instituição, porém são limitados. A família também já acionou à justiça que intimará o município a transferir ou pagar o tratamento da idosa, mas até o momento nada fora resolvido. Segundo a Secretaria de Saúde, o diariocampobelo.com entrou em contato com um dos responsáveis pela pasta, a direção da Santa Casa teria informado que a partir da próxima semana as cirurgias (seriam três) que a paciente precisa começarão. O site (que é a voz e ouvido da população) acompanhará o processo até o fim.

De acordo com Eliana, muitas pessoas já prometeram ajuda. Com o passar do tempo, a aflição toma conta da idosa. Em lágrimas, ela desabafou. “Meu sonho é Ir para Belo Horizonte e operar a perna. Ficar livre dessa dor, que é a sensação mais triste do mundo”, contou à idosa ao diariocampobelo.

Vilma da Conceição Marques é a cuidadora de dona Eliana. Ela também não suporta acompanhar o sofrimento da idosa. “Sente muitas dores. É difícil até manuseá-la. Quando vem alguém que dá uma esperança, ela até chora”, informou Vilma.

Ela ainda completou que, segundo o ortopedista, dona Eliana não conseguiu o tratamento adequado por falta de verba nos hospitais. A cirurgia, de acordo com a acompanhante, custa em torno 20 a 25 mil na rede particular. “Sem condições de custear este tratamento. Ela só conta com a aposentadoria. Foi internada no dia 7 de julho na upa. Ficou dois dias e foi transferida pra Santa Casa, onde permanecemos até hoje”, relatou a cuidadora.

O diariocampobelo entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde no início da semana passada. Não encontramos o Secretário. Retornamos o contato na quinta-feira (01/09/2016) e fomos atendidos pelo dr. Paulo Maia (que estava substituído o irmão). Ele ligou imediatamente na Santa Casa e conversou com o diretor administrativo da Instituição, Anataniel Reis de Oliveira (Tiel), que prometeu retornar o contato. No sábado o site foi informado que dona Eliana necessita de três procedimentos cirúrgicos. O osso teria infiltrado no quadril. O primeiro deles, provavelmente, será realizado na próxima semana em Campo Belo mesmo.

2 comentários em “Campo Belo: Jovem com fratura no braço aguarda por cirurgia há 10 dias

  • 20 de julho de 2017 em 03:41
    Permalink

    Ambos os casos se fosse em lavras já estaria resolvido, tive 2 experiência própria com familiares idosos, mandaram esperar por trinta dias vaga em BH,ou pagar 3000 particular aos ortopedista de campo belo, fui a UPA de lavras e resolveram meu problema em12 horas

    Resposta
  • 20 de julho de 2017 em 03:45
    Permalink

    A cirurgia e particular, más usa todo aparato da Santa Casa que é filantrópica, tinha quê apurar esses quartel dos médicos de campo belo

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!