No Sesi e na UPA. Diário Campo Belo visita locais no primeiro dia de atendimento contra Síndrome Gripal

Por : Athos Oliveira

O Diário Campo Belo, nesta sexta-feira (7), foi no Sesi e também a Upa em busca dos números sobre a vacinação no dia. Na visita ao Sesi, o DCB conversou com a Enfermeira Coordenadora do Centro de Síndrome Gripal, Ana Luísa Acerbi, que falou ao Diário sobre o número de pacientes e aproveitou para dar algumas orientações a população da cidade.

Segundo a coordenadora é preciso que as pessoas tenham conscientização que precisam ir com a síndrome gripal, pois 50% dos casos são de pessoas que forçam alguns sintomas e isso atrapalha no diagnóstico, pois no momento existem patologias com sinais e sintomas parecidos, que são a influenza, o Covid e a Sindrome Gripal Comum. Ela relata que é importante saber que independente do resultado positivo ou negativo, o que trata são os sintomas, pois não existe um medicamento que cura o Covid. Em pessoas assintomatica, não é orientado fazer o teste, mesmo que teve contanto com alguém que testou positivo, pois a chance ser falso negativo é muito grande e um teste apenas não exclui o isolamento social do mesmo. O teste de antígeno é realizado do 3° ao 7° dia dos primeiros sintomas.

Com isso, acaba sobrecarregando o serviço de saúde, e aumenta a contaminação cruzada, através do contato próximo de pessoas positiva para Covid e de pessoas que não estão contaminada, pois a maioria das pessoas usam a máscara de maneira incorreta. Ela destaca que é necessária ter mais empatia e respeito com os profissionais da saúde. De acordo com a Coordenadora em 4 dias foram atendidos 403 usuários de síndrome gripal. Ressalta que o Centro de Covid fica aberto até às 15 h, porém conseguem atender até 70 fichas no máximo, pois a equipe é composta de 1 medico, 2 tecnica de enfermagem e 1 enfermeira. A partir do dia 07/01 as UBS estarão realizando o atendimento de síndrome gripal no período da manhã. Tambem temos a UPA que o atendimento é 24 horas. Estamos trabalhando da melhor forma pra contribuir para a saúde da população.

 

O DCB entrou em contato também com a Vânia que é  Diretora de Atendimento de Saúde da Upa, que até as 18h,  obteve 194 atendimentos de Síndrome Gripal e 50 atendimentos clínicos. Ela também confirmou que o local conta com 3 médicos na porta, 2 para atendimento de Síndrome Gripal e 1 médico para atendimento clínico.

 

Fotos:  Athos Oliveira

 

marmitaria da tia Selma
Lion Henrique

phs
Vó Chinha
Casa do Pecuarista
papelaria marzius

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!