Chip implantado no corpo é usado como passaporte vacinal de Covid

Por : Athos Oliveira

Uma empresa sueca desenvolveu um microchip capaz de armazenar informações sobre o usuário, como passaporte de vacina e informações médicas. Implatado logo abaixo da pele, o chip funciona com a tecnologia NFC, usado em cartões de crédito e outros equipamentos por aproximação. Além de armazenar informações, o chip pode medir a temperatura corporal do usuário (ver imagem em destaque).

A DSruptive Subdermals diz que o implante subcutâneo não tem qualquer relação com os imunizantes usados contra a covid-19 e funciona como uma unidade de armazenamento. Com espaço de 2KB, o aparelho pode guardar informações por até 40 anos. Medindo 14mm, ele é envolto em um material chamado bioglass.

Segundo o fabricante, o chip é uma alternativa barata comparado com outros gadgets como pulseiras. “Um microchip implantado custa cerca de 100 euros (R$ 637) no caso das versões mais avançadas, ao passo que as pulseiras inteligentes custam geralmente o dobro; um implante pode durar 30 ou 40 anos, enquanto uma pulseira dura três ou quatro anos”, explica Hannes Sjoblad.

Fonte: tecnoinsider

Sacolão do Oswaldo
Lion Henrique
marmitaria da tia Selma
Casa do Pecuarista
papelaria marzius
phs
Vó Chinha
Ebenezer

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!