O mundo dos negócios e as estratégias de vendas. Uma entrevista com Carlos Augusto para falar sobre a importância do Marketing nas empresas no mundo atual

Já estamos há mais de um ano e meio, na pandemia, e todos os que precisaram se organizar para fazer as suas vendas em um mercado cada vez mais competitivo. Com isso cresceu vários modelos de negócio para tentar fazer a satisfação do cliente fazendo assim ter a sua fidelização.

Para falar sobre o marketing e o mundo dos negócios, conversei com Carlos Augusto que é CEO E FOUNDER da agência Full Marketing que é localizada em Candeias, cidade onde mora Carlos. Carlos é formado em marketing pela Unifor, e está terminando um MBA em Gestão estretégica de negócios, marketing e controladoria também na Universidade de Formiga.

Carlos trabalha com criação de marcas, criação de sites entre outros projetos visando o bem de uma empresa ou serviço, por meio de sua agência. Ao ser perguntado com relação as redes sociais, ele fala que cresceu ainda mais as divulgações principalmente pelo empreendedorismo, dos mais variados segmentos, isso sem contar que as vendas online cresceram de uma forma assustadora.

Além disso, foi propício para maior interação com o público, investimento em anúncios e também em estratégias para vendas, atrair potenciais clientes e também fidelizar cada vez mais os clientes. Outro ponto importante é o público-alvo.“É muito difícil você definir um público-alvo sem dados relevantes do mercado e do segmento que você está inserido, portanto as pesquisas são fundamentais para ter dados reais. Público-alvo é o segmento do mercado que a sua marca quer atingir. Estratégias e campanhas não são mais criadas para atingir todo mundo, mas apenas um grupo de consumidores com perfil geográfico, demográfico, comportamental e psicográfico semelhante.” afirma o profissional da área.

A faixa etária dos 15 aos 40 anos, segundo o profissional do marketing, ficou mais evidente a procura neste tempo de pandemia, por algum produto ou serviço. Com este tempo de preocupação com a Covid-19 segundo Carlos, cresceu a procura por empresas grandes ou pequenas, e terá uma alta de crescimento nos próximos meses.”levando em conta a explosão das redes sociais nos últimos anos e principalmente durante e pós-pandemia, os mais jovens, de 15 a 40 anos são o público que o marketing, principalmente no digital, que tem a maior relevância, pois estão mais aptos a desejar um produto, ou serviço, mas eu vejo que está bem generalizado atualmente, todos tem um smartphone com internet e estão propícios a se interessar por algum anúncio”, afirma o dono da Full Marketing.

O preço no marketing cada um tem o seu, e é necessário observar a ética, a qualidade, o compromisso, a responsabilidade que é gerado pelo profissional, por isso não há preço caro. O mais importante é a empresa ver o marketing nunca como um custo e sim como um investimento, para manter uma empresa viva e lucrativa

Com relação as profissões que utilizam do marketing ele explica. “O que existe é alguma restrição de alguns conselhos de algumas profissões, como medicina, contabilidade, farmácia, biomedicina, odontologia, estes conselhos que regulamentam as profissões impedem que se crie certos tipos de campanhas e ações de marketing. No mais, cada empresa irá ter estratégias pensadas especificamente para seu nicho. Não se pode generalizar, existem estratégias que funcionam melhor para uma empresa e não funciona para outra, por isso é fundamental estudo e análise de cada perfil”, afirmou Carlos.

Lion Henrique
Gorillaz Beer
Sacolão do Oswaldo
Tudec
marmitaria da tia Selma
Casa do Pecuarista
Ebenezer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!