O dia do futebol

Quantos jogos de futebol você assistiu não é mesmo? Quantas vezes você vibrou pela sua equipe, ou até mesmo chorou ao ver seu clube em uma circunstancia que não gostaria, não é mesmo? Hoje comemoramos o Dia Nacional do Futebol, o esporte que é a maior paixão nacional mas que não nasceu aqui em nosso território tupiniquim.

Tudo começou a tomar forma na Inglaterra do século XII. Os relatos registram um jogo mais violento e com uso de socos na bola. Além disso, muitas pessoas participavam em uma área muito maior. Como regras havia o uso de uma bola de couro, campo de 120 por 180 metros, definição do goleiro como o único que poderia pegar na bola, no tempo de 90 minutos, critérios para pênalti e muito mais.

Em 1904 foi criada a FIFA, que é maior organização de futebol em escala global. Entre suas organizações destacam-se a copa do mundo, UEFA, libertadores da América, liga dos campeões da Europa, entre muitos outros, e assim depois como sabemos, foram criados vários órgãos de futebol responsáveis por seus estados.

Eu como um bom leitor, não poderia deixar de falar aqui de dois livros, que me fizeram ver o que foi de fato o futebol. O livro “Como o futebol explica o mundo ” de Franklin Foer e também “A Escola Brasileira de Futebol” , de uma das minhas grandes referências como jornalista esportivo, o Paulo Vinícius Coelho.

Sem dúvidas que hoje muitas coisas atrapalham esse esporte, como os empresários que comandam certos jogadores, os escândalos de quem lidera as entidades, e também as mudanças de regras desnecessárias de quem tenta não concretizar a identidade que todos temos da modalidade.

A minha vivencia foi de ida aos estádios, vários cursos, matérias em tempos de faculdade, narrações, comentários, entrevistas e programa em rádio, lives no Instagram e começo de um blog, onde faço podcasts também em meio as mudanças que ocorrem nas mídias atuais.

O futebol é para todos. Para aqueles que amam um time, para aqueles que andam por todos os lados com sua camisa do clube de coração, para aqueles que deixaram de ter um clube, para aqueles que cobram de jogadores e de presidentes, para aqueles que respeitam e sabem da grandeza de seus clubes, para aqueles que praticam como profissão, para aqueles que gostam de livros sobre a modalidade, para aqueles que veem programas esportivos e que levam o que acontece dentro das quatro linhas como entretenimento. Feliz dia Nacional do Futebol.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!