Campo Belo: Familiares de Gabriel e amigos protestam pedindo justiça

Familiares e amigos de Gabriel Soares de 36 anos, que foi assassinado em março deste ano, no bairro Cidade Jardim, em Campo Belo (MG), se reuniram no fórum da Comarca na tarde desta quinta-feira (04/07) para acompanhar a audiência que decidirá se o acusado pela morte de Gabriel será pronunciado pelo juiz (ir ou não à júri popular). Com camisetas pedindo justiça, o grupo acompanhou a chegada do réu (trazido pela equipe da SEAP). Muito emocionados, os pais da vítima não quiseram se pronunciar. O advogado e irmão de Gabriel, dr. Matheus Soares (assistente de acusação) também participou da audiência.

Para Matheus, o intuito da manifestação foi lutar pela valorização da vida. Nela também se mostra as evidências sobre a participação do acusado no crime em que lhe é imputado. “Queremos apenas justiça e que a lei seja cumprida. Lutamos não só por Gabriel, mas por muitas vítimas de crimes que ficam impunes. A frase na camiseta diz tudo: – “A injustiça que se faz a um é a ameaça que se faz a todos”, ressaltou o advogado e irmão de Gabriel.

Morte

O grupo acompanhou a audiência.

Um homem de 36 anos foi baleado na tarde deste domingo (17/03) em Campo Belo. Segundo a Polícia Militar, ele chegou a ser levado pelos moradores do bairro Cidade Jardim para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Gabriel Soares Costa estava em um bar na Rua Afonso Aguiar, de acordo com relatos, quando uma pessoa teria chegado a pé e atirado contra a vítima. Ele foi socorrido por populares. Ninguém foi preso, mas a polícia já tem um suspeito.

O tiro acertou o peito da vítima, segundo o médico que o atendeu na UPA. A equipe tentou estabilizá-lo, mas ele não resistiu.

O corpo de Gabriel foi velado na Comunidade Evangélica localizada à José Miserani de Carvalho e o sepultamento na segunda-feira às 12 horas, no cemitério paroquial. Ele deixou dois filhos (um casal), João Gabriel e Gabrielle.

Este foi o terceiro homicídio do ano em Campo Belo e o segundo do mês de março. No dia 29 de janeiro um adolescente de 16 anos foi executado a tiros de 9 milímetros, ele foi alvejado pelo menos por 20 tiros. No dia 9 deste mês um motoboy de 33 anos morreu com um tiro no rosto.

    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!