Campo Belo: Suspensão do período integral infantil causou revolta em pais de alunos

Os servidores da rede municipal de educação foram surpreendidos na quinta-feira (09/08), com uma comunicação da Secretária Rosana Junqueira. A responsável pelo setor educacional do município informou através de e-mail que a partir da próxima semana o período integral da rede pública estará suspenso. Informou também que será reduzida a carga horária dos professores municipais e cortadas as suas horas extras. A correspondência informa ainda que o CEOM terá as suas atividades reduzidas para apenas três vezes por semana e que este projeto será o único a participar do desfile cívico tradicional do dia 28 de setembro. As demais escolas do município estarão fora da celebração.

Sobre a suspensão do transporte escolar a Secretária informou que é uma possibilidade que tem sido debatida pela gestão. Todas estas medidas foram tomadas pela prefeitura municipal em razão do atraso dos repasses pelo governo do Estado de Minas que já chega a reter quase 19 milhões de Campo Belo. Os cortes na área educacional já preocupam pais e mães de toda a cidade que por razões profissionais deixam seus filhos sob cuidado das escolas e projetos do município. (Como vamos fazer? Reuniram-se conosco no CEOM e nos avisaram sobre a paralização. Que município é esse? Nós vamos pra porta da prefeitura. Que cortem outros gastos e mantenham a educação com todos os setores funcionando”, disse Gleice, uma das mães de alunos do CEOM.

► O outro lado

O Fórum Emergencial reuniu prefeitos da região e o presidente da Associação Mineira dos Municípios. (Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura)

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, no Fórum Emergencial que aconteceu em Campo Belo e reuniu mais de 20 prefeitos da região nesta semana, o prefeito Alisson de Assis Carvalho falou sobre a crise. “Não é só Campo Belo, mas a maioria dos municípios, estão em sérias dificuldades, principalmente para o pagamento do transporte escolar e dos profissionais da Educação. A Saúde tem sido a maior vítima de todas. A falta de recurso em Campo Belo beira os 19 milhões. Temos que correr atrás do que é nosso por direito. O Estado não está cumprindo com a parte dele, e nós não podemos fazer o mesmo com a população”, finalizou o prefeito Alisson.

Julvan Lacerda, presidente da Associação Mineira de Municípios parabenizou a ideia do fórum e elogiou bastante a iniciativa do Prefeito de Campo Belo, pela mobilização que reuniu 20 municípios e demais órgãos e instituições públicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!