Jovem baleada na cabeça em Campo Belo é transferida para Belo Horizonte

Durante a noite de sexta-feira, Bruna foi transferida para BH. (Foto: diariocampobelo.com.br

A jovem de 19 baleada na cabeça na tarde de sexta-feira (01/11) foi transferida para o hospital João XXIII onde passou por cirurgia. Bruna Marcela Machado foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Campo Belo pelo próprio namorado, segundo informações apuradas pelo DCB. Pessoas que estavam na sala de espera da Unidade aguardando atendimento relataram ao site que o rapaz, de 22 anos, chegou carregando a jovem nos braços. Ela foi levada para a sala vermelha da Unidade e após os primeiros atendimentos, a equipe do samu a levou para a Sala Vermelha da Santa Casa de Misericórdia São Vicente de Paulo (transporte feito pela USA). Durante a noite, Bruna foi encaminhada para o hospital João XXIII. Inicialmente seria para Divinópolis, mas a central de regulação posicionou outra unidade para o atendimento. O quadro de Bruna é estável.

A jovem passou por cirurgia, conforme apurações feitas pela produção do DCB. Porém, o projétil está alojado e os médicos não indicam a retirada. A mãe dela acompanha de perto a evolução do caso.

Fato

A jovem foi baleada na cabeça tarde de sexta-feira (01/11) enquanto estava na casa do namorado à Rua Padre Vicente Rodrigues da Costa, segundo informações passadas à polícia. Ela foi levada pelo próprio namorado à UPA. Conforme a Assessoria de Comunicação do SAMU, a jovem estava consciente, com ferimento de arma de fogo, calibre 22, na região temporal. Após o fato, a Polícia Militar esteve na UPA, ouviu o namorado, que também apresentava um ferimento no pé. Investigadores da Polícia Civil foram ao local da ocorrência e iniciaram os primeiros levantamentos para investigar o caso. O celular da jovem foi apreendido e pode ajudar nas investigações.

Segundo a Polícia Militar, ao chegar ao hospital, o jovem disse que os dois estavam em casa fazendo uso de maconha, quando ele foi ao quarto e pegou um revólver calibre 22 que estava no guarda-roupas para mostrar à namorada.

Ainda conforme a polícia, o jovem disse que a arma disparou acidentalmente e acertou a cabeça da vítima.

De acordo com a assessoria de comunicação da PC, o homem teve a prisão ratificada por “tentativa de homicídio simples” e foi encaminhado ao sistema prisional. “A hipótese de disparo acidental ou tentativa de feminicídio não foram descartadas. As investigações continuam”, disse o delegado de homicídios, José Rubens Nogueira Neto, através da assessoria de comunicação da PC ao diariocampobelo.com.br.

Segundo a mãe de Bruna, os médicos disseram que o projétil perfurou o crânio e alojou no cérebro. A equipe retirou estilhaços, mas é impossível a retirada agora. “Ela está bem. Acorda, fica sonolenta, acorda de novo. Mas disseram ser efeito de todo o procedimento”, contou a mãe a produção do site.

A mãe ainda está assustada e não sabe o que aconteceu. “Eu estou sem entender o que houve. Horas antes do ocorrido, ele estava na minha casa com a Bruna. Fiz um curativo no pé dele que estava machucado. Depois saíram dizendo que iriam pra casa dele. Mais tarde fui comunicada do fato pela equipe da UPA. A Bruna está confusa e não sabe ainda dizer o que houve”, contou a mãe de Bruna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!