Campo Belo: Família ainda aguarda parecer da prefeitura sobre a bebê Antonella

A criança ficou internada na Santa Casa da cidade, após o ocorrido na UPA .

A família da pequena Antonella Souza, de nove meses, que teria sido vítima de um suposto erro médico na UPA de Campo Belo (MG) continua aguardando por uma posição oficial sobre o caso, por parte da administração pública. Os pais alegam que a bebê teve sérios problemas após a aplicação de soro acima do recomendado para a idade dela. Até o momento, segundo Luciana Nobre e o marido, Ariel Souza, apenas o prefeito Alisson de Assis Carvalho esteve na residência deles para uma visita, mas a SMS ainda não emitiu uma nota de esclarecimento, sequer, sobre a situação vivenciada por Antonela . A família ajuizará uma ação contra o município. “O nosso objetivo é evitar que outras Antonellas sofram em Campo Belo”, citou Luciana.

De acordo com ela, o advogado da família já enviou um ofício à UPA para ter acesso aos nomes dos envolvidos. O mesmo ofício foi direcionado à Secretaria de Saúde. “A UPA não respondeu o nome do médico e do estagiário envolvidos na situação. Respondeu que é competência da Secretaria de Saúde. Ontem, segunda-feira (14/10), fomos à Secretária levar outro ofício. Não fomos atendidos, mas protocolamos o pedido. Até o momento somente o prefeito nos procurou e disse que os culpados serão punidos. Entretanto, até agora a Secretaria não emitiu uma nota”, indignou-se Luciana.

Segundo à mãe, a criança foi levada à um pediatra em Lavras, e o mesmo disse que no dia em que ocorreu o problema, Antonella corria risco de morte sim.

Na semana passada a produção do DCB conversou com o Secretário, dr. José assunção. Ele disse que uma sindicância foi instaurada e nesta semana a Secretaria iria emitir uma nota de esclarecimento sobre o fato. “Quem tiver que ser punido, será”, garantiu o secretário de saúde de Campo Belo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!