MP arquiva denúncia de uso de máquina pública em propriedade do irmão de assessor

O promotor de justiça da Comarca, Dr Cleber Augusto do Nascimento arquivou a denúncia de uso indevido de máquina pública em propriedade privada. O MP investigou e não encontrou fatos que comprovavam a participação do assessor, conforme indicava a denúncia. O vídeo divulgado em rede social no dia 18 de maio deste ano denotava que a propriedade onde a máquina da prefeitura foi flagrada seria do assessor de governo Saulo Lasmar. Mas, de acordo com a promotoria, havia protocolos solicitando o serviço e o responsável pelo pedido foi José Lasmar (irmão do assessor) e proprietário do imóvel. Além disso, segundo informações, outros agricultores também solicitaram à Secretaria de Obras serviço semelhante. A autorização partiu da própria Secretaria e o gestor é Silvio Henrique. O promotor obrigou José Lasmar a pagar duas horas pelo serviço, ele já havia pago uma.

No dia seguinte à divulgação do vídeo, o ouvidor da Prefeitura, Rodrigo Dias divulgou nota abordando o fato e afirmando que o órgão havia recebido a denúncia e encaminhando-a ao setor responsável para apuração. O fato gerou uma sindicância (que até o momento não foi divulgado o resultado), mas também foi denunciado por Wanderly Bastos à promotoria, com base no vídeo.

O promotor investigou o caso e comprovou que haviam sido feitos protocolos antes para a realização do serviço e quem solicitou foi José Lasmar. A propriedade seria da família dele. Haviam também protocolos de outras pessoas para prestar o mesmo serviço em  propriedades diferentes. A promotoria obrigou o proprietário a pagar duas horas de máquina, ele já havia pago uma. Ainda, conforme a decisão da promotoria, o assessor foi isentando de qualquer ilegitimidade. Portanto, de acordo com o Ministério Público, a denúncia que Saulo Lasmar teria usufruído de bem público em benefício próprio, não procede.

Ouvidoria

Em nota a Ouvidoria da Prefeitura de Campo Belo publicou na página Oficial no Facebook uma nota na sexta-feira (19/04) informando sobre uma denúncia recebida, de que “o assessor de governo estaria utilizando máquina da Prefeitura em sua fazenda”.
O registro da Ouvidoria gerou o protocolo n°210/2017 encaminhado ao Prefeito Dr. Alisson de Assis Carvalho. Segundo a assessoria, o Prefeito analisou a denúncia e autorizou a abertura de sindicância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!