Campo Belo: Operação ‘Micareta’ prende suspeitos de tráfico de drogas

Vinte e três pessoas foram presas nesta quarta-feira (22/02) na operação “Micareta” coordenada pela Polícia Civil no combate ao tráfico de drogas em Campo Belo MG. 16 homens e 7 mulheres, suspeitos de envolvimento com o tráfico, segundo a polícia, foram apresentados.
De acordo com o delegado que comandou as investigações, Dr. José Rubens Nogueira Neto, a operação teve o objetivo de desarticular dois grandes grupos criminosos que agem na região. As investigações já duravam cerca de 1 ano, e mais de 100 policiais atuaram no cumprimento de mandados de busca, apreensão e prisão. Um helicóptero também foi usado para suporte. A base de apoio da polícia é na AABB (Associação Atlética Banco do Brasil).

Com os suspeitos foram encontrados 7 automóveis que teriam sido comprados com o dinheiro do tráfico, drogas e computadores também foram apreendidos. Todo o material foi levado para a delegacia e os suspeitos para o presídio Adalmo Passos Lopes de Campo Belo.

Dr. Alessandro Gambogi falou sobre as investigações. “Há mais de um ano os grupos têm sido monitorados. Foi uma grande operação que culminou com a prisão dos suspeitos. Iniciamos os trabalhos por volta das 04h00 da manhã. E a operação recebeu o nome de “Micareta” devido a proximidade com o carnaval. A suspeita é de que a droga seria comercializada durante a festa”, completou Alessandro que também participou da operação.

As prisões aconteceram no Vale do Sol, Jardim América e próximo a CEMIG, além de um mandado cumprido em Boa Esperança. Uma viatura também foi vista por volta das 06h30 na rua Jandira Pereira no Ana Alves. Uma das jovens presas, segundo o delegado, emprestou a conta bancária para um colega fazer alguns depósitos. Ela é amiga de um traficante, e por duas vezes teria deixado que os depósitos fossem realizados. Um grampo telefônico permitiu com que a polícia chegasse ao traficante e a mulher detida. Alguns dos detidos não geravam suspeitas, como por exemplo, uma jovem estudante de direito que trabalha no Procon da Comarca. Ela é namorada de um dos suspeitos, e alega que na noite anterior estava apenas dormindo na casa do namorado, e completou; “Sou inocente e agora vou perder faculdade e

Dra Keila; Dr. Jailson e Dr. Jorge André (advogados criminalistas) acompanharam os detidos

serviço por uma injustiça. Meu namorado não é traficante”.

Dr. José Rubens Nogueira Neto que comandou as investigações garante que o trabalho da Polícia Civil foi minucioso e eles tiveram muito embasamento para solicitar a expedição dos mandados, e existiam dois inquéritos policiais em andamento. “Um trabalho que durou cerca de um ano. Nos encontramos no clube e passamos as instruções. Por volta das 05h46 iniciamos os trabalhos. São duas organizações criminosas. A maioria das pessoas que foram presas estavam sob investigação. E os que não foram presos a tendência é darem uma recuada. Em outra operação encontramos dois Kg de drogas e agora encontramos os donos”, explicou o delegado.

Na operação a polícia apreendeu drogas, computador e carros.

5 comentários em “Campo Belo: Operação ‘Micareta’ prende suspeitos de tráfico de drogas

  • 22 de fevereiro de 2017 em 12:09
    Permalink

    A Policia Civil e a Militar têm se mostrado guerreiras no combate ao crime, mas a Legislação Brasileira é um fracasso. Essa desgraçada Lei dos Direitos Humanos é um escudo de proteção aos bandidos, porque ela só protege aos que são fora da Lei. Os bandidos já decretaram a pena de morte contra nós, mas nós somos covardes e temos ” pena ” deles. Quando vemos crianças assassinadas, mulheres estupradas e pais de familia serem barbarizados é que temos algum momento de raiva. Chega de impunidade e que a Pena de Morte seja assinada.

    Resposta
  • 23 de fevereiro de 2017 em 00:50
    Permalink

    Tinha era que divulgar o nome de todos vagabundos presos, principalmente os de sobrenome conhecidos/filhos de gente influente.

    Os que não se garantem com o sobrenome ou $$$$, estão de cabeça baixa nas fotos divulgadas por grupos de Whats, enquanto os que podem se garantir, estão de cara lava, quase rindo, sobretudo um herdeirozinho que já é conhecido no meio policial.

    Resposta
  • 23 de fevereiro de 2017 em 03:40
    Permalink

    Parabéns à todos os policiais e agentes que participaram dessa grande operação !
    Tomara que todos os envolvidos mofam na cadeia!
    Já passou da hora de fazermos uma grande faxina no nosso país!
    Infelizmente não temos pena de Morte pra traficantes !

    Resposta
  • 24 de fevereiro de 2017 em 09:35
    Permalink

    Parabéns pelo reportagem, Kelly!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!